O comércio da UE deveria proteger florestas, respeitar os direitos dos povos nativos e apoiar objetivos climáticos.

O comércio entre a UE e países que produzem madeira e matérias-primas de florestas em risco contribui para a redução global de florestas e enfraquece os direitos das comunidades. Tarifas de importação baixas aumentam a demanda por couro, óleo de palma, carne e outras commodities produzidas em terras desmatadas. Tal destruição é potencializada por proteções ambientais e sociais inadequadas.

A UE está negociando Acordos de Livre Comércio com a Indonésia, as Filipinas, Malásia, Tailândia, Argentina, Brasil e Uruguai - países que possuem florestas de altíssima biodiversidade. A Fern está trabalhando para assegurar que as políticas de comércio e de investimentos da UE sejam negociadas de maneira transparente e inclusiva, respeitando os direitos humanos e ajudando a cumprir as metas de proteção florestal e climáticas. Nós trabalhamos com coligações de ONGs para monitorar Acordos de Livre Comércio e assegurar que os mesmos não tenham efeito negativo nas florestas.

All resources related to Comércio
FIND MORE
RELATED CAMPAIGNS